Talvez seja a vida.

02/08/2010 1 Lembretes .
Eu queria suas mãos nas minhas, revelar as fotos que tiramos e ninguém sabia da sua partida. 



- Rogeeeeeeer, voltaa!
Gritei em desespero quando lhe vi dormindo pela ultima vez. 
Nos conhecemos pessoalmente em 2005 o primo dele estava usando o MSN na casa dele, ele conhecia minha irmã; estavam juntos conversando no msn, quando o Roger viu a foto da minha irmã e nada bobo foi logo pedindo o msn dela pro Juninho (primo dele). Conversa vai, conversa vem com a minha irmã ele viu no msn dela a foto de nós duas juntas e minha irmã nada boba, foi logo falando que eu tinha a mesma idade dele, juntamente foi logo passando meu msn pra adicionar.
Confesso que fiquei brava, passando sem me pedir, mas ai houve a coincidência que eu mudei de escola no meio do ano; onde ele havia se mudado pra mesma que eu um pouquinho antes no mesmo ano.
Os dias passaram; primeira vez que agente saiu foi no boliche, depois no cinema e você queria fica comigo e nada.
Certo dia; quer dizer como todos os dias estava eu em sua casa e agente conversando foi o primeiro beijo. Depois de uma semana você não perdeu tempo veio logo me pedindo em namoro, foi tão lindo o seu jeitinho impossível de recusar você conseguiu me conquistar! 
Passar os dias com você era sós risos; tempo todo me paparicando, não me deixava fazer praticamente nada, adorava me ver sorrindo e se eu ficasse triste, você também ficava; o tempo passando e você não mudava.
Todos estavam dando todo apoio ao nosso namoro e todo mundo falando: “- isso é só agora no começo, vai ver quando der um mês, dois...” Mas mesmo assim deu seis meses e você continuava a mesma pessoa, o mesmo jeito. Nós nunca brigamos nesse tempo todo era até incrível o quanto nós nos entediamos; conversávamos direto, desabafava um com outro, chorava, mais sempre unidos... Sempre! 
Foi com seis meses que meus pais estavam começando a querer ficar contra o namoro eles viram que estava ficando cada vez mais sério, e que se dependesse de nós agente não se desgrudava; mesmo eles proibindo, ficamos dois meses namorando escondido, não adianto nada; depois minha mãe descobriu e viu que não tinha jeito, mas mesmo assim o Roger foi a minha casa conversa com eles perguntando o porquê de não podermos ficar juntos, mais final da história conseguimos ficar juntos acabaram aceitando com a condição que eu ajudasse meu pai no trabalho. 
Meu pai um pouco ciumento? Talvez porque fosse o primeiro namorado, e – ei - já tinha dado oito meses de namoro que felicidade, um pouco antes tinha sido o aniversario do Roger, 18 anos e a alegria da carta chega logo, mas fica entre agente ele não espero a carta chegar!
Roger impossível quando colocava uma coisa na cabeça e não tinha quem tirava.
Lembro quando fizemos cinco meses de namoro, ele comprou nossa primeira aliança, que fofo ai com dez meses já estávamos comprando nossa nova aliança; é que fomos para Florianópolis casa dos meus parentes, ele conheceu a família toda; lá encontramos uma aliança linda e diferente então decidimos comprar, nosso presente de dez meses. Essa viaje foi maravilhosa só fez frio no ultimo dia que nós ficamos lá. Passeamos muito, conhecemos tantos lugares lindos; tem tantas fotos, todos da minha família se apaixonaram por esse anjinho.
Completamos onze meses juntos onde tempo todo só alegria, nossos programas segundo a psicóloga dele era programas de velhos, mais sinceramente AMAVA esses programas. 
Assistíamos quase todos os filmes do cinema; filme em casa era o que ele mais preferia, jantar fora era direto eu tava ficando GORDA e ele achava ruim, pode isso? 
Lembro que quando completamos um mês ficamos ao lado da piscina na casa dele olhando pro céu estrelado e conversamos muito, já planejávamos muitas coisas mesmo. 
Ele quase toda noite ligava para casa, afim de saber se eu já tinha orado antes de dormi, para eu não me esquecer. 
Passamos muitas coisas boas, infelizmente tinha pessoas que tinha inveja mais Deus sempre nos deu livramento, isso nunca atrapalhou agente nada atrapalhou nosso namoro tivemos uma história linda.
Sexta a noite agente saiu pra jantar, e você quando me levo em casa estava reclamando de dor, pedi para você deitar um pouco, você deitou, deitei ao seu lado e comecei a fazer carinho onde estava sentindo dor, você dormiu; a hora que acordo espero minha mãe e a Tayná chegar; você brinco muito e depois foi pra sua casa. No dia seguinte de manhã no sábado ele me manda uma mensagem falando que não acordo muito bem, foi no médico, tomo soro mais volto pra casa.
Dia seguinte você estava ficando pior no domingo fomos para o hospital com você tomou bastante soro mais sua pressão estava caindo cada vez mais. Levaram você pra UTI... 



- O choque
Dentro de um ano que estivemos juntos, eu jamais imaginei isso, NUNCA mesmo, é até interresante, mesmo sabendo por tudo que você já tinha passado eu nunca imaginei que um dia fosse nos deixar! 
Eu ficava no hospital o tempo todo esperando uma noticia sua e graças a Deus sempre vinha uma noticia de conforto; eu, seus pais, tios e tias, primos fazíamos oração a todo o momento. 
A hora que você saiu da UTI e estavam te levando pra sala de cirurgia foi lindo e triste toda a família ficou em volta de você, te beijamos até não quere mais e você só olhava pra todos em sua volta e chegava soluçar de tanto chorar, foi onde peguei na sua mão e você aperto tão forte, mais tão forte e eu a beijava, parecia uma despedida. Você entrou era 12:40min, quando saiu era 14:30min, você estava anestesiado e cheio de aparelhos levamos até um susto mais mesmo assim os médicos falaram que você estava se recuperando tão bem, que fizemos uma roda no hospital e agradecemos a Deus por mais uma cirurgia e mais uma alegria de você ter saído bem dela; você não tem noção era 18:30min eu, o Rica a Tayná fomos para aula quase pulando de alegria ,você estava ótimo como dizia os médicos. 
Quando era quase 21:00min; sua tia foi buscar agente falando que você havia piorado, que seu quadro fico grave e agente entro em desespero, eu cai no chão.
Ao chegar no hospital a tia Solange me falou que drenaram todo o sangue, mais que fico sangue dentro do pulmão eu falei para te levarem pra São Paulo na hora, mais era tarde, sua tia falo que você tinha falecido, eu entrei em choque! Deu um desespero, parecia mentira, o tanto que eu queria te ver 
porque eu não conseguia acreditar, sua tia e a mãe da Nina foi junto comigo ao necrotério; você estava quentinho e seu olho estava molhadinho parecia uma lagrima, parecia que você estava mimindo, só faltava eu do seu ladinho fazendo carinho; mais mesmo te vendo ali eu não acreditei, até agora parece que você está distante mais a qualquer momento vai aparece do nada.
Na terça de madrugada mesmo conversei muito com a sua psicóloga, que delicia, ela me lembro de várias coisas que nós passo juntos foi tão bom conversa com ela, no dia seguinte quarta feira de manhã voltei pro velório, mais mesmo assim relembrei vários momentos juntos da gente e você mimindo, eu chorei de tão emocionada que estava.
Roger tinha tanta gente lá, amigos seus de infância o Lucas, você falava muito de vocês dois o quanto aprontavam juntos, tinha gente que você nem imaginava que iria aparecer, pessoas que te conheceram e se apaixonaram pelo seu jeito carinhoso, fiel, meigo, brincalhão, pentelho; era impossível alguém te conhecer e não gostar de seu jeito. Você conquistou todos com seus gestos, não precisava nem conversa mais você demonstrava um carinho imenso, transmitia uma alegria, uma paz, eu não me arrependo um momento de tudo agente se divertiu tanto, viajamos com a família, passamos a maioria do nosso tempo ao lado das pessoas que você mais amava SUA FAMILIA!
Você sempre deu valor isso e eu sempre vou te admirar, você me ensino tantas coisas boas, SÓ coisas boas!
Você não gostava de baladas e criticava muito, lembro cada palavra que você disse quando tocávamos nesse assunto; odiava que eu usava saia curta e esmalte escuro, cabelo enrolado e quando eu queria espremer suas espinhas você fazia uma carinha de dó era demais; eu amo bater foto e quando eu ia tira foto dele, ele não gostava não, foi difícil mais o convenci-a e se deixasse eu ficava direto uns 5 minutos tirando fotos dele. Nossa a Tayla (a labradora) ele amava animais nossa e a Tayla era uma amigona dele, ela parecia que entendia tudo!
Quando agente fez SEIS meses (foi quando meus pais foram contra, agente chego termina mais foi 1 dia só no dia seguinte eu já liguei falando que agente íamos namorar escondidos); nesse dia "seguinte" antes de te ligar ele havia ganhado uma outra cachorra a Colly outra labradora marrom, ele gostava muito de cachorro apaixonado; sempre que eu passava o dia na casa e dele antes de ir para aula ele que preparava minha comida e a dele, adorava monta pizza; fazia um churrasco que não tinha igual. 
O mais bonito de tudo é que você nunca fingiu ser o que não era, sempre foi do mesmo jeitinho, desde quando te conheci você nunca mudo seu jeito.
Lembro Roger quando completamos 11 meses (agora), ele disse bem assim: 
- Minha vida não tem mais graça sem você! Futuramente quero te dar uma família. 
E ele me deu, ele deixou a família dele que considero meus segundos pais e um irmão que eu não tive, a Sileide (mãe dele) me ajudava sempre que precisava, tinha vez que ficava eu ela e o Roger conversando, ela tinha cada palavra de conforto e eu vou continua sempre ao lado dessa MINHA família. 

1 Lembretes .:

Postar um comentário

 

©Copyright 2011 Eterno Efêmero